domingo, 27 de novembro de 2022

A prova

Eu tenho uma prova para Platão

Dizer que a ilusão está bem próxima da razão

Porque para chegar ao cálculo, tem um quê de abstração

Eu tenho uma prova para você

Nós dois juntos formamos uma cápsula que fecha a porta do passado

Eu tenho uma prova para Kant

Te imaginar sorrir é apaixonante

Platônico é a tônica de onde estamos

Mas eu vou pegar esta nave de outra forma

Não te assustar com as minhas palavras

Deixar você relaxada para ouvir as tuas palavras

Fazer das duas bocas um triangulo

Quem sabe um octaedro

E nessa geometria, cruzar o passado com o futuro

E na curva do tempo, ser um presente seguro para você

Eu tenho uma prova para você

E vou mostrar, na medida do esquadro

Que na régua do teu quadro

Tem uma tinta que sou eu

Eu tenho uma prova para mim

Enquanto ninguém acredita em nós dois

Nós seremos baião de dois

Servidos numa mesa redonda

Com filósofos de plateia

E das palavras que saírem da tua boca, nós faremos uma colmeia

O mel, deixa para os descrentes que tão precisando de açúcar

Vamos provar?

quinta-feira, 17 de novembro de 2022

Eu aguentei a mata, vou aguentar você

 Eu aguentei a mata, vou aguentar você

 

Nestas horas fazia frio

Era a corrente de Sagrada Maria passando

Eu me cobria de lamas e galhos

E sonho em me cobrir dos seus braços

Eu rezo antes das refeições e penso em quem não tem mais sonhos

Quem está na rua sem cobertor, chuveiro, família e remédio

Quem perdeu os sonhos, perdeu tudo

Eu aguentei a mata, eu vou aguentar você

Porque abraçar este travesseiro já está chato

Mas é melhor à quem não tem um travesseiro

Estou maduro e sofrido para entender

Que a nota de vinte euro que vendi tem valor

Se for para me encontrar com você

A corrente da Sagrada Maria passa às 6:00 da manhã e da tarde

É um horário bom para te abraçar

Já que eu resisti a mata, eu irei resistir

Até você concordar que é melhor sonhar junto

Enquanto rezamos pelos mendigos antes do sushi

Eu pedi aos céus para saber o odor do seu perfume colado ao meu

Será que Maria vai atender?

 

 

sexta-feira, 11 de novembro de 2022

O sol e a poeira universal

 O sol e a poeira universal

 

De acordo, somos o fluido universal na quintessência

Mas de perto tem o cheiro do nosso perfume com o da nossa pele

Tem o timbre da nossa voz dizendo palavras aleatórias

De perto, posso te oferecer uma bebida

Somos as explosões atômicas do sol

Mas de perto, tem as explosões dos nossos hormônios em festa

Passa o seu telefone para mim para que a gente descubra o enigma de Einstein

Que a lei do grande está no pequeno

E que uma boa conversa num café vale mais que um milhão de likes

Vamos desligar os telefones

Olhar olho no olho

Olhar os nossos lábios

E se perder num fluido do qual não se tem o nome

Porque na essência somos o sol e a poeira universal

Mas na pele, sou você e eu tremendo de medo da palavra seguinte

Vem que o universo nos abraça

Somos a quintessência de uma cantada bem colocada

E você já percebeu que no meu sistema

Você gira no centro

Então vem.

 

quarta-feira, 9 de novembro de 2022

Longe de casa

 Longe de casa

 

Já me emocionei vendo as montanhas de gelo em Ushuaia

Naveguei pelos canais de Amsterdam

Corri as ruas de Cork Irlanda feito louco

Caminhei com o Paulinho no Castello Sforzesco de Milão

Chorei no Duomo da mesma cidade

E esta noite percebo que é difícil ficar longe de casa

Acho que foi o beijo do Pedro

Já brilhei a mente no museu do Vaticano em Roma

Tirei a minha foto de capa no velho porto de Maseille

Andei pelas ruas do gran prix de Mônaco

Me entortei junto da Torre de Pisa

Entrei em fuso nas ramblas de Barcelona

E hoje tenho medo de ir para Serra da Canastra

Acho que foi o beijo do Pedro

Foram muitas coisas mais

Contudo, isto é para deixar claro que vai ser difícil ficar longe de casa

Porque nada no mundo paga o carinho ingênuo de uma criança

Quero viajar com você para muitos lugares

Mas minha família vai na bagagem

Acho que foi o beijo do Pedro.

Carta para irmãos que brigaram no inventário

Carta para irmãos que brigaram no inventário

 

Eu tou com saudades de você

De quando te carreguei no colo

De quando construímos juntos um avião com ripas de madeira

Você queria um motor para que voássemos

Eu escrevo para dizer que acima das casas, da fábrica e do terreno

Tem uma criança com saudade de quando te ensinou andar de bicicleta

Vamos esquecer isso tudo

Porque eu não durmo direito

E queria vocês do meu lado sem ser ficando doente

Está é a minha carta para dizer que estou com saudades

De quando brigávamos por qual mamadeira era a melhor

Pelo desenho preferido no prato de comida inox

Pelo vídeo game novo que iria sair

Eu tenho saudades e gostaria que a gente conversasse. 

terça-feira, 8 de novembro de 2022

Terapia comportamental

 Terapia comportamental

 

Quando uma mulher leva os nossos assuntos na terapeuta

Pode ser sinal de um bom começo, dependendo da terapeuta

Estou com vontade de procurar a Tati, fazer uma vídeo call

Mostrar os textos que escrevi em mensagem de Instagram

Entender o silêncio, respeitar os sinais

Uma vez, a Tati me disse isso, que eu não posso pular as etapas

Saber até onde eu posso e não posso ir com alguém

É a cadência exata do namoro

Quando saí o sol na mata é uma alegria

Quando você sair para passear, lembre-se do que eu te disse

Porque eu terei a meticulosidade de respeitar e entender cada sinal do teu corpo

Como eu entendo que só o seu coração pode dizer se eu entrei nele

Vamos a terapia?

segunda-feira, 7 de novembro de 2022

Confiança não se constrói a distância

 Confiança não se constrói a distância

 

 Talvez eu fui assassinado por muitos que reencarnaram comigo

Estava falando com a minha mãe do que escrevi a pouco para uma mulher

Eu não sei quem não se entrega, foi uma conversa estranha com mamãe

Confiança não se constrói a distância

Eu não confio

Não confio nos ditames de Deus e os saio atropelando

Se existe uma aura a nossa volta

A minha está brilhando para ofuscar o medo de quem retrai

Se existe algo em que confio é no meu trabalho

Samir é irmão e não iremos nos cortar

Eu vou comprar um carro e um celular

Sem parcelas, porque a parcela é a chaga da classe média

E Deus nos livre viver assombrado e com os famosos boletos na cabeceira

Confiança se constrói lado a lado

Mas eu acho que reencarnei com quem já me traiu muito

Porque de fato não fui traído nesta vida

Fui trocado, porque não era o nosso tempo

Se eu confiar no tempo, o meu momento de crescer profissionalmente chegou

Agora, está aura mágica pode levar a gente para uma gaiola de ouro

E é bom aí ter raiz

Eu conheço bem as minhas raízes. Comi muita raiz na mata para sobreviver.

Sou mais forte que qualquer frango que desdenhe dos meus textos

Porque eu sobrevivi a muita coisa

E confio que no centro da luz que emano

Existe uma alma que vai entrar

E virá para perto, porque confiança não se constrói a distância.

Eu não acredito que qualquer pessoa sinta o que eu sinto por você agora

 Eu não acredito que qualquer pessoa sinta o que eu sinto por você agora

 

Pois é, a frase é dos irmãos do Oasis, mas cabe aqui para uma justificativa de que não adianta, sendo compositor e poeta, tentar explicar o que é estar apaixonado para leigos de fora.

Não adianta falar com a mãe e o irmão de áreas exatas e jurídica.

Um poeta se apaixonar é um movimento complexo

É a droga mais prolongada que existe, para eu descrever rápido as sensações

- A memória traça correlações fantásticas e rápidas, um supremo da inteligência

- A visão melhora, fica mais nítida, as cores saltam

- Os cheiros ficam melhor, bem como o paladar, tudo saboroso

- Ouvir uma música é o extremo, é um êxtase, porém natural!

- Seu tratamento é mais calmo com as pessoas, a educação emana como conduta

Por isso eu sou viciadinho em platonismo

Podem dizer que eu estou descrevendo o antidepressivo, que aliás eu tomo, stablon 50mg, mas é mais!

Eu sei diferenciar as duas coisas, paixão é paixão e remédio é remédio.

Amor platônico vicia!

Mas é tempo de aumentar a intensidade e ter isto como real.

Firmar um compromisso sério e segurar as contas a dois.

Boralá?

Porque eu não acredito que qualquer pessoa sinta o que eu sinto por você agora.

domingo, 6 de novembro de 2022

Domingo no mercadão

 Domingo no mercadão

                               Menino da porteira

 

Dobro a esquina e desço a rampa

Sinto o cheiro do mijo e das fezes dos mendigos

Chego até a faixa de pedestres, os carros não esperam

Passo pela banca de jornais (eu li as notícias hoje, oh garoto!)

O Kibe, para variar, não está na pastelaria

Eu sigo até a tabacaria

A irmã da Silvana me atende

Peço um avulso, irei parar porque voltarei a estudar Kardec, pergunto a marca:

“Menino da porteira” 0,50 centavos o cigarro

Ando com ele em punho até do lado da gaiola das codornas

Ascendo e vejo a Julia vindo

Cumprimento ela, ela me olha, leva as mãos à cabeça num movimento embaraçoso,

Percebo que esqueceu o meu nome, tudo flui calmo e eu digo, Augusto! E ela me pergunta como estou, eu digo que estou fumando um paieiro.

O garoto se despede da cadelinha que ficará para doação aos choros,

A avó diz que “ Em nome de Jesus ela ficará bem”

Na volta passo no Mig Box e não beijo a Rosália porque estou suado.

Pergunto se a Léia já acordou.

Vou até o escritório e troco umas palavras de sabedoria com o Miguel.

Encontro a Léia, ela está varrendo o chão da cozinha.

Chama o cachorro filhote de vagabundo, de um jeito carinhoso, e diz que já vai fumar o cigarro.

Conversamos dos passarinhos, como as sábias dividem a função de fazer o ninho.

Me despeço da Léia e vou encontrar a minha tia e madrinha.

Tia Thelma me oferece uma Estrella Galícia zero e azeitonas

Ela me diz que eu falo muito das coisas antes que elas aconteçam

Segurar um pouco a onda da ansiedade

E diz que o Seu João voltará a falar comigo devido os desentendimentos nas pescarias

Agora falo com o meu pai no vídeo na casa do João

Menino da porteira domingo de manhã.

Para além dos stories

 Para além dos stories

 

Disfarço calado, eu te chamei de gata duas vezes

Converso leve, para que você perceba, eu quero ir além dos stories

Você transmite a leveza e ontem ouvi sobre o compromisso

Foi na palestra com o Leandro no auditório do Seareiros

Posso assumir um compromisso, mostrar que sei o que é respeito acima de tudo

Tratar com cortesia, ouvir sem a interferência do egoísta

Pagar as minhas partes nas contas

Mas eu disfarço que chamei você de gata duas vezes

Porque você pode pensar que só me interessa a tua imagem

Quando, na verdade, para além dos stories

Existe uma mulher comum em silêncio

E eu não sei como interferir e perguntar se está tudo bem

Porque descartando a velocidade dos stories

Eu gostaria de saber se as minhas palavras puderam te calar

Ou se você ignora por completo que deste lado da tela

Existe alguém que assume o compromisso por seus atos

E se importa com a profundidade que se coloca

Estava conversando com a Sandra agora cedo

Disse que gostaria de te ouvir

Porque gatas muitas são

Entretanto, eu não irei conhecer o que é ser você em analise contábil

Se você não abrir a porta além da velocidade de uma linha do tempo

Além da velocidade dos stories existem um eu e você comuns

Sem LinkedIn, Sem Facebook, Sem Instagram,

E esta chance de conhecer me interessa por todo no que eu me comprometo

Você fala?

sábado, 5 de novembro de 2022

Jesus nos quer para um piquenique

 Jesus nos quer para um piquenique

 

Não pense você que eu não poderia te buscar de carro

Ou ter um mero celular para conversarmos

Mas descartemos os interesses superficiais

Porque Jesus nos quer para um piquenique.

 

Não pense que eu só admiro a sua imagem

Ou que eu sou feio demais para a tua beleza

Sairemos das superficialidades

Porque Jesus nos quer para um piquenique.

 

Vamos dar uma volta no Laurindo

Onde as cenas são bonitas, naturalmente bonitas

Onde o lugar tem a alma e a comida é na lenha

Saiamos das superficialidades

Já que Jesus nos quer para um piquenique.

 

Abaixo do artista há um homem admirável

Se você esnobar as superficialidades

Você vai ver a alma das minhas cores

E faremos um arco-íris de conversa

Porque Jesus nos quer para um piquenique.

No stories

 No stories

 

Você quer a paz do silêncio

Como um nobre, eu respeito

Entretanto, ver a sua foto me deixa ansioso

Está na hora do detox de Instagram

Detox de Facebook

Você quer a paz do silêncio

Como um nobre eu fico quieto

Aquela caminhada, deixa para a hora certa

Se você ainda tem os brincos e o bracelete que eu te dei

Depois você conta

Essa fase vale muito

E vamos curti-la do seu jeito

Porque você quer a paz do silêncio.

Daydream nation

 Daydream nation

 

Arrume a sua casa

Faça o seu cabelo

O Gui, meu mais novo barbeiro, é calmo

Joga no computador, fala sobre tudo, escuta boa música

Interrompe o corte para falar com a mulher dele

Eu também quero ficar calmo

São os meu últimos palheiros por um tempo

Irei voltar estudar Kardec no Seareiros

Hoje é sábado e irei caminhar sob o sol olhando a natureza

Talvez eu faça a barba já que deixei dez reais em a ver com o garoto

E ouvirei Sonic Youth

Arrume a casa

Faça o seu cabelo.


Teen Age Riot_Sonic Youth

sexta-feira, 4 de novembro de 2022

Segredos íntimos de uma noite mal dormida.

 Segredos íntimos de uma noite mal dormida.

 

De quem é a vez de lavar a louça?

Ninguém me ajuda em nada nessa casa!

A dona do cachorro que limpe a merda dele!

 

Segredos íntimos de uma noite mal dormida

Porque o casal com filhos briga na casa ao lado

Enquanto fumo na janela.

 

Discussão é uma chaga que tem o som de um trovão no coração do poeta.

Segredos íntimos de uma noite mal dormida,

Seremos eu e você assim um dia?

Cativa a minha voz com a tua seiva

 Cativa a minha voz com a tua seiva

Faz do amarelo, azul e laranja

Uma aquarela

Joga água no meu fogo

Cativa a minha voz com a tua boca

Faz das cores o que quiseres

Mas cativa a minha alma da tua presença

Chega mansa no meu sonho

Me chama de noite onde as defesas caem

Faz de mim o que quiser

Porque já estou entregue

E leva a noite ao carteiro

E Googla o meu nome por inteiro

Dedilha que a água não vai resolver

Cativa a minha voz com a tua seiva.